Lâmpadas feitas com garrafas de plástico

Para o Mais Ser



Parabéns 25!

O 25 és tu

filho da Liberdade

Gestante da Liberdade

Operário da Liberdade

Gente com Gente na Frente

Caminhando juntos

Pela dignidade

pela justiça

pela possibilidade

pelos futuros

pela diversidade


Não te iludas, o 25

não foi feito para ti:

és tu que o fazes,

és tu a semente

resistente

num canteiro do jardim


Olhos nos olhos

Mãos nas mãos

Sonho no sonho


Denunciando injustiças

Arrogâncias

Perpotências

Abusos


Construindo poder

Solidário

O poder do outro, o teu poder

O poder da gente com gente na frente

O poder criativo

Possibilitante

Gestante

Curioso

Receptivo

Diverso


Caminhando juntos

Empenhamo-nos

Analisamos

Construindo caminhos

Revendo estratégias


Alerta

Para as possibilidades

Para o super-havit

Para o Mais Ser


Parabéns 25

o 25 és tu

sou eu

somos nós

Caminhando Juntos

Enviado pela Zé Tovar

AINDA HÁ PASTORES?


AINDA HÁ PASTORES?
pelas rotas do pobreiro (pastor)
5 de Abril . 2008
Covas do Monte (São Pedro do Sul)

Estreia nacional do documentário “Névoa no Vale”, um filme de Víctor Salvador sobre
a aldeia de Covas do Monte e suas gentes…

APRESENTAÇÃO
Como promotor de inclusão e desenvolvimento, o Projecto Criar Raízes tem procurado dar resposta a problemas do concelho, nomeadamente o despovoamento das aldeias mais periféricas de São Pedro do Sul. Começou então por trabalhar sobretudo a questão económica, principal garante da fixação das pessoas nessas zonas. A loja Terras de São Pedro do Sul (nas Termas), o Cabaz e a CoopRaízes-Cooperativa de Produtores das Terras de São Pedro do Sul são disso exemplo. Mas quando se fala em dinâmicas sócio-culturais e de (novas) perspectivas para o futuro, outras questões se colocam, daí que foi sempre nossa intenção potenciar os “produtos imateriais” da serra, as riquezas naturais, da terra, da cultura, das tradições, das pessoas para as pessoas, lançando novos caminhos.
Surge assim, o Cinema nas Aldeias, trazendo e devolvendo um olhar (do) exterior, os Ritmos da Terra, percursos pedestres temáticos, ligados aos ritmos das populações, sejam eles dos trabalhos agrícolas ou de lazer, da natureza,
das estações, ou das colheitas... que assim partilham o seu saber e modo de vida com o outro, e por fim o Estória, História... encontro anual de contadores de “estórias” à volta da lareira, privilegiando as relações humanas, a mútua troca de ideias e experiências.

PROGRAMA
Depois do sucesso da iniciativa no ano passado, os Ritmos da Terra regressam para uma segunda edição, melhor estruturados, com mais percursos, mais associações envolvidas e mais locais a descobrir no Maciço da Gralheira, no concelho de São Pedro do Sul.
Para este retomar de actividades escolhemos novamente a Rota do Pobreiro, em Covas do Monte, seguindo assim os passos ancestrais da pastorícia comunitária.
Teremos assim um dia inteiro dedicado ao tema que culminará com cinema (desta vez um documentário, em estreia, sobre a própria aldeia).
Saíremos de manhã cedo com os pobreiros (nome dado aos pastores na aldeia) encosta acima, acompanhando “o gado” rumo ao Caminho do Ribeiro. São dois pobreiros, à vez, todos os dias, de diferentes parceiradas que guiam o rebanho pela serra.
O almoço/merenda será na serra, com os pastores. Regressaremos ao fim do dia, onde se fará uma visita à aldeia e aos projectos que estão a ser feitos, nomeadamente o espaço internet e a recuperação do lagar comunitário de azeite.
O jantar será no restaurante "Os Amigos de Covas do Monte" (antiga escola primária pertença da associação).
Acima de tudo pretende-se aproximar realidades, estabelecendo pontes de conhecimento, solidariedade e partilha entre quem dá e quem recebe. Com curiosidade, respeito e boa disposição. Talvez por isso, façamos questão de realizar os percursos em grupos pequenos.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails