NESTE NATAL OFEREÇA UMA EXPERIÊNCIA VEGETARIANA






clique na imagem para ampliar

Em Coimbra, a Loja Doce Jasmim também vende sais da Casa do Sal e Artesanato Alimentar do AgriCabaz



ver localização: clique

NESTE NATAL APADRINHE UM BURRO DE MIRANDA E OFEREÇA UM PRESENTE DIFERENTE!

Nos últimos anos, a Associação para o Estudo e Protecção do Gado Asinino (AEPGA), tem levado a cabo a Campanha de Apadrinhamento, que tem revertido, essencialmente, para a manutenção do Centro de Recria do Burro de Miranda, situado na aldeia de Atenor, concelho de Miranda do Douro. O Centro de Recria continua a desenvolver trabalho no sentido de assegurar a imutabilidade deste animal tão peculiar no Planalto Mirandês, que com o passar dos anos tem perdido importância social e cultural e, consequentemente, o declínio do seu efectivo nas aldeias transmontanas. Graças às entidades cooperadoras e, em especial, aos padrinhos e sócios, este ano nasceram mais burrinhos no Centro e também nas aldeias envolventes, o que nos faz acreditar na persistência do nosso trabalho diário.
Ao apadrinhar um burrinho estará a contribuir directamente para a sua alimentação, manutenção e cuidados veterinários, bem como para a preservação da sua identidade na região do Nordeste Transmontano.
O padrinho/madrinha recebe um certificado de apadrinhamento, uma fotografia e um relatório anual com informações relevantes sobre o(a) burrinho(a) apadrinhado(a). O padrinho/madrinha poderá obter informações/fotos sobre o burrinho(a) adoptado(a) sempre que desejar solicitando-o para o e-mail burranco@gmail.com ou visitá-lo ao Centro sempre que pretender, desde que informe atempadamente a associação. As visitas serão sempre acompanhadas pelos respectivos técnicos.
O valor do apadrinhamento individual/particular é de 30 euros por ano. Se pretender conceder um apoio institucional/empresarial o valor mínimo é de 250 euros, que podem ser deduzidos no IRS ao abrigo da lei do mecenato ambiental. O pagamento poderá ser realizado através de:
- Cheque endossado à AEPGA (Largo de Atenor n.ª 48 , 5225-011 Atenor)
Ou
- Transferência bancária* para o NIB 0045 2262 40195805118 13 da Caixa de Crédito Agrícola do balcão de Sendim.
*Agradecemos que envie o comprovativo de transferência por correio para a morada acima indicada ou por correio electrónico para burranco@gmail.com.

É muito importante a sua ajuda para a continuidade deste projecto! Se tem conhecimento do trabalho realizado pela AEPGA, divulgue esta informação e seja um colaborador activo na preservação do Burro de Miranda.

APOIE ESTA INICIATIVA!
OFEREÇA O APADRINHAMENTO DE UM BURRO DE MIRANDA E CONTRIBUA PARA MANTER VIVO UM PATRIMÓNIO GENÉTICO E CULTURAL ÚNICO NO NOSSO PAÍS!
VER MAIS INFORMAÇÕES E DESCARREGAR A FICHA DE APADRINHAMENTO EM:

Para além da campanha de apadrinhamento, a AEPGA dispõe de alguns produtos para venda, cujo proveito é encaminhado para o mesmo objectivo
, para mais informações sobre estes produtos consulte http://www.aepga.pt/portal/PT/149/default.aspx.
 
Agradecemos, desde já, toda a atenção e disponibilidade prestada.
Para qualquer informação adicional contactar:
Associação AEPGA:
Tel. 925790396/97 ou por correio electrónico: burranco@gmail.com
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
 A AEPGA* pretende abrir vagas para a realização de estágios curriculares/voluntariado para desenvolvimento de competências nas áreas de: Veterinária, Enfermagem Veterinária, Tratadores de Animais, Turismo Ambiental e Rural, Design e Multimédia e na área das Terapias Assistidas por Animais.
Estes estágios não serão remunerados, destinam-se a alunos/curiosos que necessitem de realizar um estágio académico de final de curso ou que pretendam adquirir conhecimentos nas áreas propostas.
Dados relevantes para a participação no estágio curricular/voluntariado:
1.     Perfil desejado:
- Capacidade para trabalhar em equipa;

- Competências de orientação espacial para a realização de trabalho de campo;
- Fluência na comunicação oral e escrita;
- Bom relacionamento interpessoal;
- Dinâmico, autónomo e proactivo;
- Gosto por aprender e vontade de adquirir novas competências, nomeadamente em áreas complementares à da sua formação de base.

2.     Informações complementares:
- Duração mínima recomendada para o estágio curricular: 6 meses
  Duração mínima recomendada para voluntariado: 1 semana

- Período: Indiferente

- Local de trabalho: Sede da AEPGA: aldeia de Atenor, Miranda do Douro; Centros da AEPGA: Atenor, Pena Branca e Duas Igrejas; Planalto Mirandês.
- Requisitos (recomendados): Viatura própria, computador portátil, conhecimentos de informática na óptica do utilizador.
              - Condições: A AEPGA poderá facultar alojamento numa das suas casas, onde vivem outras pessoas afectas ao trabalho da associação, no entanto,  a alimentação e o alojamento é da responsabilidade dos interessados.  No caso dos voluntários, a AEPGA concede alojamento.

Todos os interessados devem contactar a AEPGA através:
Tel.: 92 5790397 (Miguel Nóvoa) ou Joana Braga (92 5790396)
E-mail: burranco@gmail.com

*A AEPGA - Associação para o Estudo e Protecção do Gado Asinino é uma associação sem fins lucrativos que foi fundada a 9 de Maio de 2001 e tem por objecto social a protecção e promoção do Gado Asinino, em particular a raça autóctone de asininos das Terras de Miranda – Burro de Miranda. Esta associação reúne criadores e admiradores deste gado e contribui para o melhoramento genético e criação de um conjunto de animais de características semelhantes, que actualmente sobrevive no Planalto Mirandês, representando a primeira raça autóctone de asininos de Portugal.
Em linhas gerais, a AEPGA pretende a preservação e aproveitamento desta raça autóctone de forma a salvar um património genético, ecológico e cultural único no nosso país. Pretende-se também revalorizar a imagem do Burro a nível nacional, particularmente do Burro de Miranda, contribuindo para a recuperação do seu efectivo e potenciação de um modelo de aproveitamento socio-económico que respeite e preserve o riquíssimo património cultural e natural da região do Nordeste Transmontano. Uma forma de ressuscitar o papel do burro na sociedade rural é a sua aplicação em novos modelos de desenvolvimento sustentável, tal como o turismo vocacionado para a conservação da natureza e do património cultural. Nesse sentido, promovemos ao longo do ano várias actividades de índole cultural associadas ao Burro de Miranda, desenvolvemos o programa de educação ambiental em conjunto com a associação PALOMBAR e realizámos diversos workshops e encontros na área da medicina veterinária e educação e maneio de asininos para as práticas de asinomediação e asinoterapia.

VENHA VISITAR-NOS!

WWW.AEPGA.PT

______________________________________________________________________________

- SE PRETENDER SER SÓCIO DA AEPGA, CONSULTE: http://www.aepga.pt/portal/PT/113/default.aspx

- PARA ACTUALIZAÇÃO DE QUOTA DE SÓCIO OU PEDIDO DE INFORMAÇÕES, CONTACTAR: burranco@gmail.com

Como fazer os meus cartões de natal?



Vou-me embora pra Pasárgada

Lá sou amigo do rei

Lá tenho a mulher que eu quero

Na cama que escolherei


Vou-me embora pra Pasárgada

Vou-me embora pra Pasárgada

Aqui eu não sou feliz

Lá a existência é uma aventura

De tal modo inconseqüente

Que Joana a Louca de Espanha

Rainha e falsa demente

Vem a ser contraparente

Da nora que nunca tive

E como farei ginástica

Andarei de bicicleta

Montarei em burro brabo

Subirei no pau-de-sebo

Tomarei banhos de mar!

E quando estiver cansado

Deito na beira do rio

Mando chamar a mãe-d'água

Pra me contar as histórias

Que no tempo de eu menino

Rosa vinha me contar

Vou-me embora pra Pasárgada

Em Pasárgada tem tudo

É outra civilização

Tem um processo seguro

De impedir a concepção

Tem telefone automático

Tem alcalóide à vontade

Tem prostitutas bonitas

Para a gente namorar

E quando eu estiver mais triste

Mas triste de não ter jeito

Quando de noite me der

Vontade de me matar

— Lá sou amigo do rei —

Terei a mulher que eu quero

Na cama que escolherei

Vou-me embora pra Pasárgada.

Texto extraído do livro "
Bandeira a Vida Inteira", Editora Alumbramento – Rio de Janeiro, 1986, pág. 90

Votar es un placer

Porto Santo - Carlos Paredes e Mário Laginha

Carlos Paredes - Guitarra com génio III

Carlos Paredes - Guitarra com génio II

Carlos Paredes - Guitarra com génio

Tempero para assados no forno

Mistura-se bem mel, azeite e sal para grelhados da Casa do Sal (com ou sem picante) e envolve-se a peça para assar. 
Pode ser carne ou seitan.

Fica delicioso !

O Supermercado "Doces e Frescos", em Espinhal, Penela, vende os Sais da Casa do Sal da Figueira da Foz



Mais lojas que vendem os sais da Casa do Sal: clique

O Supermercado "Pera Doce", em Penela, vende os Sais da Casa do Sal da Figueira da Foz



Mais pontos de venda dos sais da Casa do Sal: clique

Azeitona Negrinha do Freixo curada com o Sal da Casa do Sal da Figueira da Foz

Azeitona da Quinta Ribeira de Lodões, em Vila Flor, Trás-os-Montes


Enviamos pelo correio ou TRANSDEV:
embalagem de 330 g: 1,80 € (IVA incluído) + custos de envio

Sobre a Azeitona Negrinha do Freixo: clicar

Receita de Caldeirada de Enguias da Sra Madalena da Casa da Marquinhas em Armazéns de Lavos - Figueira da Foz

Ingredientes:
  • 2 batatas médias
  • 6 enguias
  • 2 cebolas
  • 3 dentes de alho
  • louro
  • salsa
  • piri-piri
  • sal de manteiga
  • azeite
  • 2 pães para ensopado
Cortam-se as cebolas e as batatas às rodelas, juntam-se os restantes ingredientes e, por último, as enguias. Cobre-se de água e vai ao lume num tacho.
No fim de pronta, junta-se vinagre tinto.
Serve-se com as sopas de pão

Esta receita foi gentilmente cedida pela Sra Madalena da Casa da Marquinhas

Esta postagem foi possível devido ao acordo com a Junta de Freguesia de Lavos que edita "O Lavoense"

Porto: Movimento Terra Solta

O Movimento Terra Solta vai-se deslocar para uma forte acção prática no Porto. vai distribuir lotes para Agricultura Urbana. Tem já espaço para formação. Casas para recuperação. Um espaço com vários espaços. Vem descobrir. Apoia de forma voluntarista uma acção com perenidade!

Peras bêbadas, por Loja Da Praça Gourmet

A fruta pode ser comida de diversas formas, muitas delas deliciosas. Sugerimos-lhe Peras bêbadas com especiarias para desfrutar de um agradável momento no final da refeição.

A pêra é uma fruta refrescante e contém boas quantidades de fibras solúveis, potássio e vitamina C. Esta combinação faz com que seja uma fruta benéfica para ajudar a controlar a tensão arterial e reduzir os níveis de colesterol.

Perâs bêbedas com especiarias


Ingredientes(4 pessoas):

  • 4 peras grandes e maduras
  • 5 dl de vinho tinto encorpado e doce
  • 2 colheres de sopa de mel Montesinho
  • 1 pauzinho de canela
  • Sumo e raspa de 1 limão
  • 4 sementes de cardamomo pisadas
  • Uma colher de chá rasa de gengibre em pó
  • Folhas de hortelã fresca
  • 4 paus de canela para decorar

Preparação:

Numa panela, larga e funda, misture o vinho, o mel, o cardamomo, o sumo e a raspa de limão, a canela e o gengibre. Leve a lume forte e quando começar a ferver reduza para lume médio, deixando apurar o líquido durante 5 minutos. Retire a espuma que se for formando.

Descasque as peras e deixe os pés intactos. Introduza-as no tacho, com o pé virado para cima, e deixe cozer durante 15 minutos até ficarem macias.

Retire as peras com cuidado e deixe arrefecer. Coe o líquido de cozedura e reserve essa calda para mais tarde.

Sirva as peras em taças individuais, regadas com um pouco da calda reservada. Enfeite com uma folha de hortelã-pimenta e um pau de canela.

Loja Da Praça Gourmet

Praça D. Afonso V 55E

4150-024 Porto

TEL:+351(226)173224

Fax:+351(226)164088

lojagourmet@lojadapraca.pt

www.lojadapraca.pt

Biblioburro

Caldeirada de Enguias, ao lume, em Armazéns de Lavos, Figueira da Foz

O que é o Festival de Enguias de Lavos, na Figueira da Foz?

O Festival das Enguias é uma organização da Comissão de Desenvolvimento dos Armazéns de Lavos, constituída pelos restaurantes:

* Carluz
* Mariquinhas
* O Grazina

O Festival das Enguias é uma organização da Comissão de Desenvolvimento dos Armazéns de Lavos, constituída pelos restaurantes:

O Festival das Enguias acontece todos os anos, nos dois primeiros fins de semana de Novembro, em Armazéns de Lavos, na Figueira da Foz, Portugal.

The Very Best - Kamphopo (official Malawi Pride Video)

Homenagem ao Sr Mário da Silva Esteves do Restaurante " A Caçarola" na Figueira da Foz

Homenagem ao Sr Mário da Silva Esteves, do Restaurante " A Caçarola" da Figueira da Foz
O Festival de Enguias da Figueira da Foz homenageou, no dia 6 de Novembro de 2010, o Sr Mário da Silva Esteves do Restaurante " A Caçarola", da Figueira da Foz.
O Festival das Enguias é uma organização da Comissão de Desenvolvimento dos Armazéns de Lavos, constituída pelos restaurantes:
  • Carluz
  • Mariquinhas
  • O Grazina
O Festival das Enguias é uma organização da Comissão de Desenvolvimento dos Armazéns de Lavos, constituída pelos restaurantes:

O Festival das Enguias acontece todos os anos, nos dois primeiros fins de semana de Novembro, em Armazéns de Lavos, na Figueira da Foz, Portugal.

Loja "Pé de Videira", em Aveiro tem os sais da Casa do Sal

Caminhantes da Serra da Estrela visitam a Casa de Arroz Carolino do Mondego "Garça Branca"

Caminahantes de Gouveia, Serra da Estrela, visitaram o Baixo Mondego, em Outubro de 2010.
Fizeram um percurso pedestre,almoçaram arroz de sardinha (com arroz Garça Branca), confeccionado por José João Rodrigues e visitaram a Casa de Arroz Carolino do Mondego "Garça Branca".

Esta iniciativa foi organizada pela "Vivaventura" em parceria com a Casa do Sal da Figueira da Foz










Como criar áreas de serviço para autocaravanistas?

Estas áreas de serviços, de construção simples e barata, permitem atrair os turistas de autocaravana aos mais variados locais.
Associadas, ou não, a estacionamento, estas áreas de serviço podem ser criadas por Câmaras Municipais, Juntas de Freguesia, Associações, Quintas, Unidades de Turismo, etc.
Por todos aqueles que queiram atrair turistas.

Sabia que, por ano, circulam em Portugal cerca de 60.000 autocaravanas, portuguesas e estrangeiras?

Estas áreas de serviço para autocaravanistas permitem:
  • despejar o depósito de resíduos orgânicos
  • despejar o depósito de águas residuais
  • abastecimento de água potável
Para mais informações sobre a criação destas áreas de serviço:
Victor Andrade
Tel.933411291
vtor.andrade@gmail.com

Área de Serviço nas Termas de S. Pedro do Sul







Área de Serviço de Sangalhos





Links:
Portugal Tradicional: http://www.tradicional.campingcarportugal.com/
Clube Português de Autocaravanas: http://www.cpa-autocaravanas.com/index.php?incluir=ligacoes

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails