Como fazer caixa para compostem caseira 1

Ideias para caixas para compostagem que pode fazer em casa.Pode consultar outro artigoo sobre compostagem aqui.






Concurso de ilustração dos supermercados Brio

Juntar a arte ao prazer de uma alimentação saudável foi o desafio, lançado no final de maio, pela nova loja de supermercados biológicos Brio da LX Factory, em Alcântara que abriu um concurso de ilustração para pintar um dos muros da nova loja.

“Another Brio on the Wall”, é o nome do concurso que pretende juntar os amantes da arte urbana e de produtos biológicos. O Brio da LX Factory tem um muro reservado para a ilustração mais original que for enviada até ao próximo dia 30 de junho.

O vencedor do passatempo, além de ver o seu trabalho exposto numa das zonas mais cosmopolitas da capital, ganhará ainda um vale de 250 euros para gastar em compras no novo supermercado Brio.

Em comunicado, Sofia Santos, gerente da nova loja, explica que com esta iniciativa a loja quer “tornar os supermercados Brio mais próximos dos jovens e reforçar junto deste público a importância de uma alimentação saudável de uma forma inovadora e criativa, e nada melhor que fazer uso da arte para criar esta aproximação”.

As ilustrações devem ser inspiradas pelos produtos biológicos vendidos nos supermercados Brio e a proposta mais talentosa será reproduzida à escala, no muro à entrada do Lx Factory.

Clique AQUI para aceder às condições do passatempo.

Workshop “Programa Casas Primeiro”: dia 20 de Junho, entre as 10:00 e as 12:30, no Centro Comunitário da Quinta da Cucena, no Bairro da Quinta da Cucena

O programa "Casas Primeiro", inspirado num modelo testado com sucesso nos Estados Unidos, e pioneiro a nível europeu, insere-se na Estratégia Nacional para a Integração das Pessoas Sem-Abrigo. A filosofia subjacente ao programa é colocar a casa no centro de todo o projecto de integração, porque se parte do princípio que "a habitação é ponto de partida para a reinserção". A selecção privilegia os indíviduos com melhores capacidades de reinserção social ou profissional e que demonstrem capacidade de gerir a sua própria casa.
A abordagem não se limita, no entanto, à habitação, prevendo-se um acompanhamento das pessoas por técnicos da Segurança Social e de uma associação parceira do projecto, a AEIPS, no sentido de as encaminhar para a procura de emprego, formação e cuidados de saúde.
O programa, ainda numa fase experimental, limitada a 50 pessoas,deverá ser alargado a outras zonas do país.

Este workshop pretende de modo mais aprofundado proceder a uma apresentação extensa od projecto, fruto da parceria entre o Instituto de Segurança Social, I.P., a Câmara Municipal de Lisboa, a Associação para o Estudo e Integração Psicossocial e o ISPA.
Em anexo segue documento com informações sobre workshop (orador, horário, localização e conteúdos)
Gratos desde já pela Vossa atenção

Oradora: Dr.ª Diana Alves – Coordenadora da Equipa Casas Primeiro

Este é um novo programa, destinado a pessoas sem abrigo que oferece apoio na escolha, obtenção e manutenção de uma casa individual, digna, permanente e integrada na comunidade.
Proporciona o acesso imediato a uma habitação individualizada e dá prioridade a pessoas que se encontrem a viver na rua na cidade de Lisboa, com problemas de saúde mental. Não é exigida a participação prévia dos candidatos em programas de tratamento ou reabilitação.
O programa financia o arrendamento, o mobiliário e equipamento básico, bem como os consumos de água, electricidade e gás.
Os participantes contribuem com 30% do seu rendimento mensal para o pagamento da renda e consumos domésticos.

O Programa Casas Primeiro Garante:

• O acesso a uma casa.
• O pagamento mensal da renda.
• Manutenção das habitações.
• Serviços de suporte individual e habitacional disponíveis 24 horas por dia.
• Acompanhamento no contexto residencial (mínimo 6 visitas por mês).
• Apoio continuado e de longo prazo.

O Programa Apoia:
• Na procura e escolha da habitação.
• Na negociação e contratualização com os senhorios.
• Na gestão e manutenção habitacional (confecção de refeições, limpeza da casa, roupa, compras, etc.).
• Na obtenção de apoios sociais (identificação e desbloqueamento de apoios como: rendimento social de inserção, pensão social ou outros).
• Na ligação aos recursos e serviços da comunidade (supermercados, transportes, serviços de saúde, centros desportivos e de lazer).
• Nos cuidados pessoais e de saúde (identificação de prioridades e acompanhamento aos serviços competentes).
• Projectos individuais (definição e concretização de projectos ao nível profissional, educacional, de formação, actividades desportivas ou outras).

Local: Quinta da Cucena, Freguesia de Paio Pires, Concelho do Seixal

Data: Segunda-feira, 20 de Junho de 2011

Horário: 10:00 - 12:30

Como Chegar: (Via acesso pela A2 ou Nacional 10)

  1. Seguir pela A2 até ao Km14, sair em Azeitão/Sesimbra e dirigir-se para a Nacional 10 (N10);
  2. Prosseguir pela Nacional 10 (N10), durante cerca de 3Km;
  3. Virar no cruzamento à esquerda com a indicação Siderurgia/Cucena/Paio Pires/Zona Industrial, para a N10-2
  4. Ao virar neste cruzamento encontrará à esquerda o Pavilhão da IZZI. Logo após este, encontra o Bairro da Cucena
  5. Para entrar no Bairro, virar no primeiro cruzamento à esquerda após o IZZI, direcção Quinta Galega/Cucena (placa virada ao contrário)
  6. Logo após o cruzamento, virar de imediato de novo à esquerda, antes da paragem do autocarro.
  7. Está na Rua da Alegria. Seguir em frente até ao fundo, virar à esquerda e contornar o lote junto à N10-2.
  8. O Centro Comunitário está a meio da Rua junto da N10-2.

    Mais informações:
    Pedro Miguel Borralho
    Técnico Responsável pelos Centros Comunitários
    Santa Casa da Misericórdia do Seixal
    R. Cândido dos Reis
    2840-503 Seixal

    Tel.:  212 216 943
    Tlm.: 965 101 511

    pedro.borralho.scms@gmail.com

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails