NOVO CURSO DE INTRODUÇÃO À APICULTURA XII EDIÇÃO


TENHA FINS DE SEMANA DIFERENTES ESTE VERÃO!!! 'ENTRE NUM MUNDO ÀS RISCAS - DIVULGAÇÃO CURSO APICULTURA'

O mundo das abelhas é arrebatador. A procura pelo seu segredo é fascinante.

Tantas vezes nos questionamos como nasce uma abelha de um ovo, o que distingue a abelha rainha das obreiras, o que é o propolis e tantos outros produtos que as abelhas nos dão. Se já Albert Einstein reconhecia que sem as abelhas, não nos restaria muito tempo, então achamos que vale a pena usar o nosso tempo para compreender estes seres riscados e empenhados.

Pelo sucesso obtido nos nossos cursos teórico-práticos, continuamos com mais uma edição, a realizar no concelho da Lousã, durante o mês de setembro.

Tenho o prazer de enviar em anexo o Programa da XII Edição do Curso de Iniciação à Apicultura.

Dias 15 e 16 de Setembro. Não perca!!!

Para mais informações poderá consultar: www.lousamel.pt ou lousamel@lousamel.pt
Telefone: 239995249

Encontro Artes e Saberes do Ceira -. dia 1 de Setembro


O Encontro de artes e saberes do Ceira pretende ser um veiculo de dinamização local, cujos principais objectivos são a regeneração ecológica, económica e social desta maravilhosa região.

Todas as actividades são gratuitas, e existe a possibilidade de acampar na zona, de forma a disfrutar o máximo da região.

Programa:
- Mercado de trocas
- Feira de artesanato e produtos locais
- Oficina de partilha de saberes
- Animação para crianças
- Jogos tradicionais
- Projeção de documentários / tertúlia
- Circulo de fiandeiras
- Roda de contos
- Música e espectáculos de rua
- Comes e bebes
- Circulos de conversa com vista á regeneração do Vale do Ceira

Para mais informações, contacte-nos através do 968716329, zarabatano@gmail.com ou visite http://www.feiradoceira.blogspot.pt/

Confecionar Beldroegas


Recorrendo às técnicas de confecção de alimentos, à curiosidade e à ousadia das experiências de conjugar ingredientes, o chefe de cozinha da Escola Superior Agrária de Coimbra (ESAC) inventou uma nova culinária, com beldroegas.

Desde as entradas aos pratos principais, às sobremesas e aos digestivos chás, foi um menu completo, tendo sempre presente aquela planta que infesta campos, mas possuidora de grandes propriedades nutricionais e medicinais.

António Neves respondeu ao desafio da docente Leila Rodrigues, no âmbito de uma iniciativa pedagógica para a comunidade escolar, e tanto engenho e criação colocou na sua arte que os menus rapidamente se esgotaram no refeitório.

Na última semana, mostrou o modo de confeccionar uma das suas iguarias, um bacalhau assado no forno com beldroegas.

Tudo começa com a selecção das partes da planta, que tem de ser jovem, de preferência ainda sem floração, para evitar uma acidez acentuada com o crescimento.

Cozidas as beldroegas em água e sal, são depois salteadas em azeite e alho. A posta de bacalhau é marinada num tempero com alho, limão e leite, e depois passada por pão ralado.

Num tabuleiro com molho de azeite, alho e louro, com um pouco de vinho branco para evitar que agarre ao fundo, é colocada a posta de bacalhau. Esta é coberta com beldroegas e a broa crustada, tudo embebido em pesto de azeitona.

Depois de uma passagem pelo forno durante cerca de dez minutos à temperatura entre 150 a 180 graus, e guarnecida com batata assada a murro, a iguaria do Chef António está pronta a ser servida.

Este bacalhau é apenas um dos muitos menus de beldroegas que já brotaram da sua imaginação, alguns dos quais mostrou à agência Lusa.

Nas entradas apresentou uma sopa de beldroegas com queijo curado de cabra e uma salada de beldroegas, cebola e tomate, com a sugestão de tempero com azeite aromatizado com orégãos. No acompanhamento um esparregado de beldroegas.

Como prato principal criou uma salada fria de atum com legumes crus (pimento, cenoura, abóbora e, fundamentalmente, beldroega), um bife de peru recheado com beldroegas, cogumelos e queijo de cabra, um lombo de porco recheado com tâmaras, pimentos e beldroegas, e umas ‘beldroegas à Brás’.

Para a sobremesa, foi um bolo à base de beldroegas com bananas e chocolate quente, decorado com flores comestíveis, de cores lilás e amarela. E como digestivo chá simples de beldroegas ou aromatizado com lúcia-lima.

O cardápio de beldroegas criado por António Neves não se esgota neste menu. Quer continuar a juntar-lhe novas receitas.

Sente-se embalado a dar usos culinários a outras plantas daninhas, a aproveitar o conhecimento científico da ESAC e a flora existente nos campos de experimentação, na procura de outros sabores.

Lusa/SOL-2011

Mercado da Terra em Leiria - 24 e 25 de Agosto



Câmara de Leiria promove, nos dias 24 e 25 de agosto, a iniciativa “Mercado da Terra“, no Mercado Sant’Ana.
Segundo a autarquia, “os visitantes poderão adquirir produtos hortícolas, plantas aromáticas, azeite, vinho, licores, mel, plantas ornamentais, biscoitos, pequenos frutos, queijos e doces”.
O “Mercado da Terra” prevê a realização de conferências relacionadas com “agricultura biológica, oportunidade do regresso à terra, nutrição com tradição e empreendedorismo no mundo rural”.
O evento contempla ainda música popular, oficinas pedagógicas e iniciativas ligadas à leitura.
No dia 24, o “Mercado da Terra” abre às 17H00 e encerra às 00H00 e, no dia 25, a iniciativa decorre entre as 10H00e as 00H00.
(Texto: Agência Lusa)

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails